Segunda Feira, 19 de Outubro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Ensinar em novos tempos, aprender de novas formas

Por Artigos

10 de Fevereiro de 2016

Usar a tecnologia nas salas de aula vem se tornando uma tarefa desafiadora para as escolas que já entenderam a potencialidade que os recursos tecnológicos têm nos processos de ensino e aprendizagem.
 
A sociedade, cada vez mais rápida e conectada, exige também dos professores novas competências para relacionar-se com um aluno que já nasceu em uma geração que é mediatizada pelas diferentes tecnologias.  E é nesse cenário que a escola assume para si a responsabilidade de propiciar aos alunos e professores um ambiente equipado e estruturado que comporte grande número de acessos de diferentes dispositivos, além de uma formação e um suporte para os professores que atuam com uma geração com características e demandas muito diferentes daquelas com as quais ele já tenha trabalhado. É necessário conhecer bem os instrumentos dos quais dispomos para a efetiva prática educativa.
 
Contamos hoje com muitas ferramentas online que nos proporcionam entender melhor como cada aluno aprende: objetos de aprendizagem, plataformas, ferramentas de gestão, ambientes virtuais e outras ferramentas de comunicação, recursos tecnológicos que apoiam a prática pedagógica do professor dentro e fora da sala de aula.
 
Aqui no Colégio Parthenon busca-se uma prática constante e cuidadosa a fim de enriquecer o ambiente educacional. Após investir na infraestrutura e garantir a conectividade das duas unidades que atendem o fundamental I/ II e Ensino Médio (Unidade I – Bom Clima e Unidade II – Vila Augusta), implantou-se um espaço de multimeios, lugar em que os professores do Ensino Fundamental e Ensino Médio, desenvolvem atividades com os alunos para uma proposta diferente de aula.
 
De acordo com os projetos e/ou atividades propostas para os alunos, a escola disponibiliza tablets para os professores e alunos do Ensino Fundamental até o 7º ano, pois a partir do 8º ano e em todo Ensino Médio os alunos trazem o seu dispositivo móvel.
 
O Colégio, também trabalha com algumas plataformas de aprendizagem. Em cada uma delas os professores têm acesso ao percurso de aprendizagem de cada aluno e conhece mais de perto suas conquistas e dificuldades. Essas informações chegam até o professor por meio de relatórios, dessa forma o caminho a ser percorrido pelos estudantes será único, já que o professor terá condições de saber exatamente qual conteúdo precisa de maior atenção.
 
Em 2016, trabalharemos com Matific para as séries iniciais e Khan Academy que atende os alunos do 5º ano a 3ª série do Ensino Médio. Além disso, os alunos do Ensino Médio contam, também com uma outra plataforma de aprendizagem que é a Adaptativa – plataforma que concilia aulas virtuais, atividades, simulados e proposição de escrita e correção de textos.
 
É importante ressaltar que a simples presença de dispositivos móveis (tablets, celulares e notebooks) na escola não garantem maior qualidade na educação, pois a aparente modernidade pode mascarar um ensino sem reflexão baseado na recepção e na memorização de informações (GATTI, 1993). Nesse sentido, cabe ao professor se instrumentalizar, tomar posse de seu conhecimento e transformar tantas informações em saberes necessários para a vida deste aluno.
 
 
Vanessa Rodrigues Lehm é formada em tecnologia interativa aplicada à educação. É responsável pelo departamento TE- Tecnologia da Educação no Colégio Parthenon.
Nessa.uehb@gmail.com
 
Patrícia Arruda é pedagoga com habilitação em administração escolar, pós-graduada em Ética, Valores e Cidadania na Escola pela USP, formadora de professores e pesquisadora do uso dos cadernos no Ensino Fundamental I. É coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental I no Colégio Parthenon, em Guarulhos (SP).
E-mail: patriciarrudabatista@gmail.com