Sexta Feira, 25 de Setembro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Início da primavera deve trazer frente fria ao Sudeste

A atuação desta frente fria sobre o Brasil deve ser observada entre os dias 19 e 23 de setembro

Por Redação GuarulhosWeb

14 de Setembro de 2020 as 13:54

No próximo dia 22, às 10h31, a primavera chega oficialmente ao Brasil. Com ela, é prevista a chegada de uma frente fria ao Sudeste, interrompendo a secura do ar e possibilitando a redução das grandes queimadas que se espalham pelo país. 

Antes desta frente fria entrar no Brasil, dois outros sistemas frontais vão influenciar algumas áreas do Sul e Sudeste, mas sem força para vencer a forte massa de ar seco e quente que predomina sobre o país há quase um mês. Assim, a chuva destas duas frentes frias vão continuar restritas a algumas áreas do Sul, especialmente ao Rio Grande do Sul e a Santa Catarina, e a poucas regiões próximas ao litoral de São Paulo e no estado do Rio de Janeiro.

A grande frente fria esperada para a entrada da primavera vai começar a influenciar o país no finalzinho do inverno. A atuação desta frente fria sobre o Brasil deve ser observada entre os dias 19 e 23 de setembro. 

No dia 12 de setembro, as projeções de alguns modelos de previsão numérica do tempo indicavam que a chuva desta frente fria pode se espalhar pelo interior da Região Sudeste e do Centro-Oeste e chegaria até ao norte de Goiás e de Minas Gerais. 

Não se deve esperar por chuva ampla e generalizada e nem que se prolongue por vários dias. Mas se as previsões se confirmarem nos próximos dias, a primavera de 2020 deve começar com cheiro de chuva, com aumento de umidade em muitas áreas do Sudeste e do Centro-Oeste que estão tendo dias extremamente quentes e secos.

Projeção da chuva 

As análises iniciais projetadas nas simulações atmosféricas feitas em supercomputadores apontam que a esta grande frente fria passe pela Região Sul do Brasil entre os dias 19 e 20 de setembro. Entre os dias 20 e 21 de setembro, esta frente fria avançará pelo litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas só deve chegar ao Espírito Santo no dia 23 de setembro.