Quinta Feira, 24 de Setembro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Ensino Fundamental em Guarulhos supera meta estabelecida pelo Ideb; Estado fica abaixo no Ensino Médio

O índice de Guarulhos é um décimo superior ao número do último balanço e quatro décimos acima da média nacional

Por Foto: Eduardo Calabria

15 de Setembro de 2020 as 18:48

Guarulhos superou a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) estabelecida para 2019 entre os alunos do ensino fundamental (4ª série) da rede municipal, que abrange do 1º ao 5º ano. A etapa alcançou 6.3, ante 6.1 de meta. O índice é um décimo superior ao número alcançado em 2017. A média brasileira foi de 5,9 no período.

No ensino médio, etapa que a cidade não possui escolas municipais - apenas estaduais e federais - o índice em Guarulhos, apesar de acima média estabelecida pelo Ideb: 4,2, quando a meta previa 3.9, ficou 1.2 abaixo da média das escolas do ensino fundamental da rede municipal.

Para a diretora do Departamento Pedagógico da rede municipal, Solange Turgante Adamoli, o bom resultado é fruto da política educacional de Guarulhos. "Estes avanços são resultado das políticas públicas estabelecidas que buscam apoiar as escolas no processo de ensino e aprendizagem, como por exemplo a implantação do Programa Educa Mais que ampliou o horário de permanência das crianças na escola a fim de que possam ter mais tempo para consolidarem as aprendizagens e iniciou este ano a formação obrigatória para os professores regentes de 1º e 2º anos a fim de garantir que todos os nossos educandos possam adquirir base alfabética na idade certa", afirma Solange.

"Para 2021, esperamos que o índice continue apresentando avanços e para isso, a Secretaria de Educação fará uma análise dos dados de cada escola, investirá na continuidade das formações permanentes e apoiará as escolas que ainda não alcançaram o resultado esperado", completa a educadora.

Em Guarulhos, 93% das escolas municipais apresentaram índices acima da média estabelecida para o país e 2% atingiram a meta nacional. Se levarmos em conta a rede pública de ensino da cidade (federal, estadual e municipal), o índice chega a 6.4, três décimos acima da meta. Vale lembrar que a escala sempre vai de 0 a 10.

O estudo avalia ensinos fundamental e médio no país, com base na aprovação das escolas e o desempenho dos alunos no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). As metas, estabelecidas desde 2007, são renovadas a cada dois anos. As aprendizagens avaliadas pelo IDEB consideram apenas as áreas do conhecimento referentes à Língua Portuguesa e Matemática, não sendo avaliadas as demais áreas.